Amanhã

* Por Karina Gols






Está tudo programado. Amanhã, segunda-feira, dia internacional de começo dos projetos procrastinados, estou inaugurando uma nova rotina aqui em casa.


Acordarei impreterivelmente às seis da manhã, lerei as mensagens de email e WhatsApp e conseguirei respondê-las sucintamente.


Depois disso, retornarei ao meu programa de ginástica pelo YouTube, e, após meu banho, acordarei minha cria e brincaremos até o momento de sua vídeo-aula pelo aplicativo Zoom.


Se você acha que é fácil, tente você também manter uma criança de pouca idade na frente de um iPad, prestando atenção a uma aula. Quem tiver uma fórmula de sucesso, por favor, ensine. Nós, mães, agradecemos.


Já usei todos os métodos incorretos até agora. Tentei subornar com presentes como adesivos, livros e doces, mas não obtive resultado algum. Como outro dia li que crianças necessitam de limites, eu perguntei se queria ficar de castigo. E não é que deu certo mesmo?


Mas isso não me tranquilizou e deixou sem culpa alguma como um bom Lexotan faria. Pois buscando uma solução sem ameaças, conversei com a professora, que sugeriu apenas dizer “que pena... se você não assistir à aula, não vai ver seus amigos hoje”, e desligar o iPad.


Amanhã colocarei em prática esse ensinamento, mesmo intuindo que iremos perder a lição do dia.


Nesse meio tempo, já engordei sete libras (cerca de três quilos). Leite condensado é minha “drug of choice” (droga predileta). Consigo, em poucos minutos, devorá-lo puro, sem mesmo precisar fazer brigadeiro.


Portanto, visando conter o alastramento do meu ganho de peso e achatar a curva da minha barriga, como medida de precaução, em meu contato com a última lata de La Lechera (Leite Moça) estocada, seguirei o protocolo de manter distância de um metro e meio. Além de, obviamente, não sair de casa em hipótese alguma para comprar mais.


Brincarei a tarde inteira com nossa pequena e doce criança (é mesmo!) e ela seguirá todas as minhas ordens ao lavar as mãos, entretida com minhas demandas ao dizer “seu mestre mandou”.


Conseguirei ter momentos de calmaria para escrever mais posts para o Quarentenas.com e deixarei meu marido trabalhar em paz, sem constantemente pedir sua ajuda durante o dia.


Enfim, amanhã não será mais esse "Dia da Marmota" em que me encontro, como um infinito domingo sem regras, um atrás do outro.


Se minhas pretensões falharem, não há problema algum. Essa quarentena pode durar meses, e, felizmente, ainda teremos muitas segundas-feiras pela frente.



***

VOLTE SEMPRE!

Todos os dias publicamos posts interessantes e originais.

***


* Karina Gols é profissional de Comunicação Internacional com mais de 25 anos de experiência e reside na Califórnia, Estados Unidos. Foi articulista da Tribuna da Imprensa, trabalhou em gigantes como a Rede Globo, Edelman, Petrobras, Google (YouTube) e CNA - Confederação Nacional de Agricultura (como assessora de imprensa internacional, pela The Information Company, nos EUA). Gosta de ver o lado positivo das coisas, mantendo o bom humor.


#Crônica #Humor #blog #Quarentenas